segunda-feira, 30 de junho de 2014

Conhecendo o poder do Jejum e da Oração!

Boa noite!


No culto de jovens de sábado ministrei sobre o Jejum. Mas já quero esclarecer que não é jejum de alimentos para dieta e sim como arma espiritual.

Espero que seja edificante para sua vida como tem sido na minha!

"Grite alto, não se contenha! Levante a voz como trombeta. Anuncie ao meu povo a rebelião dele, e à comunidade de Jacó, os seus pecados.
Pois dia a dia me procuram; parecem desejosos de conhecer os meus caminhos, como se fossem uma nação que faz o que é direito e que não abandonou os mandamentos do seu Deus. Pedem-me decisões justas e parecem desejosos de que Deus se aproxime deles.
‘Por que jejuamos’, dizem, ‘e não o viste? Por que nos humilhamos, e não reparaste? ’ Contudo, no dia do seu jejum vocês fazem o que é do agrado de vocês, e exploram os seus empregados.
Seu jejum termina em discussão e rixa, e em brigas de socos brutais. Vocês não podem jejuar como fazem hoje e esperar que a sua voz seja ouvida no alto.
Será esse o jejum que escolhi, que apenas um dia o homem se humilhe, incline a cabeça como o junco e se deite sobre pano de saco e cinzas? É isso que vocês chamam jejum, um dia aceitável ao Senhor?
"O jejum que desejo não é este: soltar as correntes da injustiça, desatar as cordas do jugo, pôr em liberdade os oprimidos e romper todo jugo?
Não é partilhar sua comida com o faminto, abrigar o pobre desamparado, vestir o nu que você encontrou, e não recusar ajuda ao próximo?
Aí sim, a sua luz irromperá como a alvorada, e prontamente surgirá a sua cura; a sua retidão irá adiante de você, e a glória do Senhor estará na sua retaguarda.
Aí sim, você clamará ao Senhor, e ele responderá; você gritará por socorro, e ele dirá: Aqui estou. "Se você eliminar do seu meio o jugo opressor, o dedo acusador e a falsidade do falar;
se com renúncia própria você beneficiar os famintos e satisfizer o anseio dos aflitos, então a sua luz despontará nas trevas, e a sua noite será como o meio-dia.
O Senhor o guiará constantemente; satisfará os seus desejos numa terra ressequida pelo sol e fortalecerá os seus ossos. Você será como um jardim bem regado, como uma fonte cujas águas nunca faltam.
Seu povo reconstruirá as velhas ruínas e restaurará os alicerces antigos; você será chamado reparador de muros, restaurador de ruas e moradias.


Isaías 58.1-12


O povo reclamou quando Deus não reconheceu seus atos religiosos e os acusou de jejuar com indiferença.
O Jejum verdadeiro que agrada a Deus é mais que um ritual externo, arrependimento dissimulado ou penitência pelos pecados. O Jejum que agrada ao Senhor leva a humildade, abandono de pecado, da opressão ao próximo e alimenta os famintos.
 No versículo 8 podemos ver que depois que Israel aprendesse a maneira correta de jejuar, poderiam desfrutar das bênçãos da salvação e do reino do Messias.


Em Mateus 6.5-6 orientações sobre oração e em 6.16-18 sobre o jejum.

"E quando vocês orarem, não sejam como os hipócritas. Eles gostam de ficar orando em pé nas sinagogas e nas esquinas, a fim de serem vistos pelos outros. Eu lhes asseguro que eles já receberam sua plena recompensa.

Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará.


Mateus 6. 5 e 6

"Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto a fim de que os homens vejam que eles estão jejuando. Eu lhes digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa.
Ao jejuar, ponha óleo sobre a cabeça e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê no secreto. E seu Pai, que vê no secreto, o recompensará".

Mateus 6. 16-18

Percebam que os dois textos iniciam com QUANDO. Quando orarem e não "Se" orarem.  Quando jejuarem e não "Se" jejuarem. 

Não existe a opção NÃO ORAR. Não existe a opção NÃO JEJUAR.


Se você é cristão então ORA.
Se você é cristão então JEJUA.


POR QUE NÓS JEJUAMOS?


1. Jejuamos em obediência a Palavra: 

Jesus respondeu: "Como podem os convidados do noivo ficar de luto enquanto o noivo está com eles? Virão dias quando o noivo lhes será tirado; então jejuarão". Mateus 9.15


2. Jejuamos para nos humilhar e nos tornar fracos:

Todos nós precisamos do poder e da graça do Senhor. 

"Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra." II Crônicas  7.14 

"Humilhem-se diante do Senhor, e ele os exaltará." Tiago 4.10

Quanto mais perto dEle mais nós morremos, quanto mais nós morremos 
mais semelhantes a Ele nos tornamos!!!


3. Jejuamos para tirar nossa carne do domínio e vencer as tentações:
Jejuar libera novos níveis de unção à nossa vida e ministério. Jejuar é uma disciplina que testa, treina e nos para caminhar no poder e autoridade fortalecendo e transformando nosso interior para maiores níveis de sua glória!


4. Jejuamos em tempos de crise:

Um exemplo de jejum em tempos de crise, é Ester. 

"Vá reunir todos os judeus que estão em Susã, e jejuem em meu favor. Não comam nem bebam durante três dias e três noites. Eu e minhas criadas jejuaremos como vocês. Depois disso irei ao rei, ainda que seja contra a lei. Se eu tiver que morrer, morrerei". Ester 4.16

Hamã estava prestes a destruir o povo judeu, Ester convocou este jejum e conseguiu salvar seu povo. Leia a história de Ester e você verá a grande vitória que ela conquistou!


5. Jejuamos para tomar decisões:

Para decidir a profissão, emprego, ministério, casamento...

É possível que alguma área da sua vida esteja congelada, você não sabe o que decidir. Você não sairá dessa situação sem associar jejum a sua oração! O jejum será como uma bomba destruído tudo aquilo que estiver impedindo seu crescimento.



BENEFÍCIOS DO JEJUM:

Você está se humilhando;
Você verá as prioridades mais claramente (Maria escolheu a melhor parte, estar na presença de Jesus. Lc 10.42), você perderá o interesse para coisas como ver filmes, internet e dará mais prioridade para oração e a palavra;
Você perceberá o equilíbrio nas áreas onde há desequilíbrio;
Sua ambição egoísta e orgulho começarão a se dissipar;
Você fica mais sensível ao Espírito Santo e os dons do Espírito;
Suas áreas de fraquezas ficarão mais aparentes para que Deus trabalhe nelas.


TIPOS DE JEJUM:

1. Jejum completo

Sem alimentos e líquidos. Tempo máximo aconselhado de três dias e três noites, após três dias introduzir água. 

2. Jejum normal:

Sem alimentos, mas com água. Após três dias introduzir sucos diluídos em água. Evite chás e cafés que podem causar irritação estomacal.

3. Jejum parcial/ Daniel:

Parcial também conhecido com o de delícias ou alimentos saborosos (você escolhe aquele alimento que você mais gosta, por exemplo, chocolate, carnes, refrigerantes...).
Daniel comeu só vegetais e bebeu água durante três semanas. 
Este jejum é o ideal para quem tem algum tipo de problema de saúde como diabetes, hipoglicêmia, anemia ou que trabalha com o físico.

4. Jejum em grupo:

Jejuar em grupo por um mesmo assunto. Pela igreja, ministério, cura. Jejum em grupo é uma bomba espiritual!


Talvez Deus nunca ti peça para jejuar 40, 21 dias ou mesmo de 3 dias. Mas se Ele lhe pedir, você será capaz de fazê-lo pela sua graça.

O ponto principal do jejum não é a extensão, mas sua submissão a Sua liderança.


Agora, algumas dicas sobre jejum:

Evite frutas e alimentos cítricos e ácidos;
Elimine carnes e sobremesas;
Não inicie por um jejum total ou muito prolongamento muito menos por um jejum de 40 dias! Experimente fazer um jejum parcial ou normal e depois você vai aumentando o período de jejum;
Respeite seus limites, jejum não é teste de resistência;
Jejue com propósito, jejum sem propósito é dieta!
Jejum não é dieta, jejuar para entrar naquele vestido, não é jejum!
Desligue a televisão e saia da internet, procure orar e ler a palavra;
Determine hora para iniciar e hora para terminar;
Ore no início e ore no final;
Entregue seu jejum comendo comidas leves, nada de comer uma feijoada, frituras e doces! 
Quando você está dormindo, você não está jejuando;
Jejum não é sacrifício;
Você vai sentir fome, provavelmente está sentindo fome só de ler sobre jejum!
Não existe jejum mais abençoado, o que importa são as tuas intenções;
Jejuar não ti faz melhor e nem mais espiritual do que alguém, não se esqueça: jejum é humilhação e não soberba!


Você quer mais dEle? Então este é o momento de você conhecer o poder do jejum e da oração!


Espero que gostem do material e indico um livro sobre o assunto:


Caso você tenha alguma dúvida ou queira acrescentar algo, deixe um comentário!


Deus abençoe!
Ângela









Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Projeto Templo Saudável - 2013. Todos os direitos reservados.
Design by: Colorize Desin.
Tecnologia do Blogger
imagem-logo